Poesía española

Poemas en español

Dikt Pois que m´ey ora d´alongar

Pois que m´ey ora d´alongar
de mha senhor, quero bem
e que me faz perder o ssem,
quando m´ouver d´el´a quitar,
direy quando me lh´ espedir:
de bom grado queria hir
logo e nunca mais viir.

Pis me tal coyta faz soffrer
qual senpr´ eu por ella soffry,
des aquel dia que a vy,
e non sse quer de min doer,
atanto lhy direy por en,
moyr´eu e moyro por alguen
e nunca vos direy mais en.

E já eu nunca veerey
prazer com estes olhos meus,
des quando a non vir, par Deus,
e con coita que averey,
chorando lhy direy assy:
moyr´eu por que non vej´aqui
a dona que por meu mal vi.


Dikt Pois que m´ey ora d´alongar - Alfonso X El Sabio